Galeria

[caption id="attachment_515" align="aligncenter" width="300"]Antes - Estudantes visitam arredores de Pains Antes - Estudantes visitam arredores de Pains[/caption] [caption id="attachment_262" align="aligncenter" width="300"]Formação de professores, primeiro encontro - Ciranda Formação de professores, primeiro encontro - Ciranda[/caption] [caption id="attachment_516" align="aligncenter" width="300"]Durante - Visita ao MAC/Pains com Estudantes Durante - Visita ao MAC/Pains com Estudantes[/caption] [caption id="attachment_517" align="aligncenter" width="300"]Durante - Visita ao Museu com Professores Durante - Visita ao Museu com Professores[/caption] [caption id="attachment_334" align="aligncenter" width="300"]Oficina na visita com a Comunidade Oficina na visita com a Comunidade[/caption]  

Clipping

Jornal O Pergaminho - 31/08/2013
interna_parte de cima_OPergaminho_1209
interna_partedebaixo_OPergaminho_1209
OPergaminho_2610
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4

2013/2 - Natureza, Educação e Cultura

Vamos ao Museu? Natureza, Educação e Cultura foi realizado entre julho e outubro de 2013 em Pains, cidade que juntamente com Doresópolis e partes dos municípios de Arcos, Córrego Fundo, Formiga, Iguatama, Pimenta e Piumhí compõem a Província Cárstica do Alto São Francisco, no Centro-Oeste de Minas Gerais. A região apresenta alguns dos mais antigos registros arqueológicos da ocupação humana no Brasil e a importância de sua preservação é o que moveu a sétima edição do Programa Vamos ao Museu? Educação e Cultura.

Patrocinado pela ICAL – Indústria de Calcinação, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, o Programa atuou junto a escolas públicas de Pains, envolvendo professores, estudantes e comunidades em ações focadas no reconhecimento e valorização do potencial arqueológico da região por meio do contato direto com vestígios que fazem parte do acervo do Museu Arqueológico do Carste do Alto São Francisco, também no município de Pains.

O Museu, que privilegia em sua exposição objetos de culturas pré-históricas datados entre 11.000 e 500 anos A.P.(antes do presente) como artefatos líticos polidos e lascados, peças de cerâmica, restos humanos e artefatos fabricados com material orgânico, foi o espaço cultural parceiro do Programa Vamos ao Museu? Natureza, Educação e Cultura, tendo sido visitado por todos os participantes.

Além da relevância dos achados arqueológicos, que são registros da cultura material, outras dimensões do Patrimônio foram abordadas pelo Programa Vamos ao Museu? a fim de estimular a reflexão da comunidade sobre seu papel na preservação e difusão da Cultura e da Memória locais.

Oficinas foram realizadas com Professores, Estudantes e Comunidades e, ao final, exposição dos resultados foi realizada no Coreto da Praça Juca Maneca, a principal da cidade, permanecendo por 30 dias.

Para saber mais sobre cada etapa da edição Natureza, Educação e Cultura clique aqui.

Para saber mais sobre a exposição e os resultados alcançados clique aqui.

Para conhecer o Caderno do Professor, um dos materiais didático-pedagógicos desenvolvidos para a Edição Natureza, Educação e Cultura do Vamos ao Museu?, clique aqui.

Visite e curta o Facebook do Programa Vamos ao Museu?: https://www.facebook.com/Programa.Vamos.ao.Museu

 



Faça Parte

Empresas e pessoas físicas podem patrocinar o Programa Vamos ao Museu? e beneficiar as comunidades com as quais se relacionam por meio das Leis de Incentivo à Cu...

Saiba +